A auto-biografia de uma adolescente que se tornou mulher e que conta a todos a sua vida promiscua desde que descobriu essa coisa tão boa que é o SEXO. ESTE BLOG NÃO É ACONSELHÁVEL A PESSOAS COM MENTE RETRÓGRADA OU RACISTAS

Comenta
13
Out 08

 

Este fds começou muito bem, na minha saída nocturna de sexta conheci um pretinho ;) muito apetecível , um docinho de chocolate hehehe ele fazia parte de um grupo comum de amigos, começamos a noite num restaurante brasileiro a comemorar o aniversário de um amigo meu quando o conheci.

Durante o jantar ele meteu conversa comigo, eu nem reparei muito nele mas com a sua conversa (muito comum dos brazucas) deu-me a volta, devo dizer que não vou muito á bola com brasileiros nem com gaijos muito mais novos que eu características que lhe são comuns. Carioca e com menos quase 10 anos que eu,  foi a primeira vez que me envolvi com um rapaz mais novo que eu, não sei porquê mas não me atrai putos ;) mas nunca vou dizer desta água não beberei,  ele não aparenta a idade que têm nem fisicamente nem em atitude, não foi amor á primeira vista mesmo tendo ele um corpo atlético e bem feito foi uma atracção que foi crescendo com o decorrer da noite. Depois do jantar fomos para um bar muito intimista que deu para conversar-mos sempre os dois, alheados de todo o grupo, conversámos bebemos e acabamos a noite na disco até ás tantas, No fim da noite ofereci-me para o ir buscar no sábado ao hotel onde ele estava hospedado mais dois amigos para lhe mostrar a cidade ;).

 

Conforme combinado no sábado depois de acordar telefonei-lhe e disse-lhe que queria ir almoçar com ele, pediu-me para lhe dar um tempo para tomar um duche e se arranjar que me esperava na entrada do hotel, como bem mandada que gosto de ser (ui sou tão obediente quando estou com o cio lol) lá estava á espera dele.  Levei-o a almoçar e praticamente me ofereci a ele (ele também não era parvo) quando acabámos de almoçar fui até belém junto ao rio e deixámo-nos estar dentro do carro na conversa, começou por me dizer que eu era muito diferente das portuguesas que conheceu, muito mais para a frente que a maioria, achava as portuguesas muito difíceis e pouco dadas em relação ás brasileiras, mas com aquela conversa toda quem parecia português era ele não atacava  e já estava desesperada ;) agarrei-o e sem pudor preguei-lhe um linguado de meio quilo ;)) ele libertou-se mais e começamos nos linguados e apalpanços dentro do carro como levava uma saia curta ao fim das tantas já tinha a saia quase na barriga heheh e como o sitio não era muito privado e os turistas não paravam de passar já não nos sentimos confortáveis, então convidei-o a ir para minha casa o que normalmente não faço não gosto de ter alguém a rondar-me a porta depois de me fartar do engate (que era o caso não o via mais doque atracção de momento) mas como ele estava só de passagem e se ia embora na terça não havia esse problema.

 

Mal chegámos á garagem do prédio e entramos no elevador começou novamente o agarranço e apalpanço dentro do elevador nem me lembrei dos vizinhos que poderiam aparecer na saida do elevador mas felizmente o meu andar estava deserto e ninguém notou,

 

 

mal entrámos em casa parecia que estávamos loucos fomos deixando peças de roupa no chão até ao quarto ;) aquele corpo negro em contraste com o meu branco dá-me volta á cabeça, deitei-o na cama e mamei aquele órgão negro como adoro fazer até sentir aquele principio de revirar de olhos que indica que está no ponto para me comer, arrefeci o clima um pouco para o encapotar e o beijar (gosto de saber o que me espera se é daqueles que tem nojo de mim por o estar a chupar, coisa que odeio) nem resistiu beijou-me com todo o gosto, e tomou o comando da situação, um bocado selvagem começou a montar-me um pouco á bruta com todo o fulgor e como viu que eu alinhava em ser submissa e gostar de sexo puro e duro continuou na sua posição de macho dominador obrigando-me a mudar de posição frequentemente e eu sempre obediente ;) até acabar na canzana com os meu cabelos a servir de rédeas acabou por se vir de uma forma muito ruidosa (espero não ser tema de conversa dos meus vizinhos hehehe), pensava que podia descansar depois de ele se vir mas não me deu descanso deu-me uma mas melhores mamadas que já recebi até hoje fazendo me vir "muito gostoso" ;) repetimos várias vezes durante o fim de semana não voltámos a sair de casa até á cerca de uma hora atrás, quando se foi embora para regressar a casa amanhã bem cedo ;(

 

publicado por Suzy às 22:34
sinto-me: satisfeita
tags:

Olá Suzy!

É bom saber que os fds aí na capital são cheios de acção:)

Beijo
imbicta a 14 de Outubro de 2008 às 08:34

olha que belo fim de semana..sem dúvida :) e com muitos details...;))

beijo
kris a 14 de Outubro de 2008 às 11:11

Pretos????
Tens um léxico muito triste ... quiçá.....muito pouco ético.
E mais:escreves muito mal...dás erros que só visto.
Aproveita nas viagens e lê uns livros...
Fazia-te bem.
Maria Manuela a 15 de Outubro de 2008 às 01:48

Ola Maria Manuela

Já expliquei a razão de dizer preto e não de côr ou outra coisa porque a mim também não me chamam clara ou de cor clara, tal como em países como os EUA, black é aceite e não negro ok! é uma questão de terminologia, acho que falta de ética são outras coisas.
Quanto á minha escrita concordo plenamente contigo, (dou e sempre dei muitos erros) a minha área é mais nºs, mas como ninguem vêm aqui ler obrigado estou mais descansada não tenho problemas de consciência e há tantos bons blogs de bons escritores para ler que deve ser perda de tempo estar aqui.
Quanto ao ler não vou seguir o teu conselho para já não tenho tempo e depois faço parte da maioria dos portugueses que não lêem muito (sou é das poucas que admito) uso mais os livros para consulta e não me sinto inferior aos pseudo-intlectuais que por aí andam que acham que a coisa mais importante é cultura, é importante claro mas não só, existem outras áreas também. Para escrever bem talvez estejas cá tu, eu dedico-me a outras coisas.

Cumprimentos

Suzy
Suzy a 15 de Outubro de 2008 às 22:04

Bom Dia Maria Manuela!

Não acho que a "suzy" dê assim tantos erros, muito embora ela o admita... todos nós damos erros e muitas vezes não é por falta de leitura ...é por que se calhar você gostaria de ser como ela... por acaso você tem alguma coisa que se possa ler para podermos comparar...Eu não acho que dê assim tantos erros:) espero que você não fique zangada com o meu coment...

Have a nice day
imbicta a 16 de Outubro de 2008 às 09:09

Olá suzy!

Peço perdão, mas como havias dito algures num coment acerca das gralhas ortográficas! Aqui vai mais uma " No post acima escreves-te "conversa-mos", ora esta palavra nunca pode ser separada pelo ifen". Todas as palavras terminadas em "mos" ou "mas" nunca se separam. Capichi!!! Eu sei que a tendência é de separar até eu às vezes faço isso, mas corrijo logo de imediato.

Bachio
imbicta a 15 de Outubro de 2008 às 08:47

WORLD CLOCK
De onde leram este blog
Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
15
17
18

19
20
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Contador
Free Hit Counters
Free Counter
Recados Para Orkut

Quantos estão a ler
mais sobre mim
I'M A BARBIE GIRL ;)
recados para orkut

Devaneios Linkados
recados para orkut


blogs SAPO